Desperto Analogias…

Acordo e já sonho pornografias.

Daquele jeito em que me tens na mão…

E depois exercitá-lo, analogicamente. Mas com vagar, sem aquela pressa do coito.

Para depois, língua. Quando passeia, sobe pela glande, atravessa o cabo, saco, bola, e tudo.

Para depois, língua e ritmo. Quando fala, falo, beija, estala, molha, aperta, solta.

E segura, na mão, para beijar barriga, umbigo, peito, morde, pescoço, boca.

É quando peço, suplico, imploro, morro.

Sonho e já acordo pornografias: teu sexo, teu molhar, teu grelo, tua boca, teus lábios, tua fenda.

E acordo, que sonho você dentro. E sonho… que acordo dentro de você.

Anúncios

About this entry